8 de Agosto de 2020
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Apresentados os projetos de requalificação da Escola Conde Ferreira e da envolvente do Castelo de Alenquer
Foi ainda revelado que o Bairro do Areal vai ter rede de Gás Natural com a autarquia a assegurar as obras de instalação
Os projetos de requalificação da Escola Conde Ferreira e da envolvente do Castelo de Alenquer e Porta da Conceição foram apresentados terça-feira, 7 de janeiro, numa sessão pública nos Paços do Concelho.

As obras na Escola Conde Ferreira tiveram inicio em novembro com o objetivo de receber o Museu do Presépio, um novo espaço museológico a integrar a rede de Museus Municipais.

No decorrer dos trabalhos têm sido encontrados alguns artefactos arqueológicos, que vão integrar o acervo do Museu. Haverá ainda um espaço dedicado ao Pintar e Cantar dos Reis, por se tratar de uma tradição profundamente enraizada na representação da natividade e que é Património Imaterial de Interesse Municipal.

A envolvente do Castelo, vai acolher um anfiteatro e um palco, num projeto que procura tirar partido de um cenário único para a fruição de espetáculos, com o mínimo de impacte para uma zona de elevado interesse histórico.

Estas duas obras decorrem no âmbito do PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, com financiamento a 85% pelo FEDER no âmbito do Centro 2020, sendo os restantes 15% assegurados pelo município.

Bairro do Areal vai ter rede de Gás Natural

No decorrer da apresentação dos projetos, foi ainda anunciado pelo presidente do município que após conversações com a Lisboa Gás, a empresa comprometeu-se a avançar com o projeto da rede de Gás Natural no Bairro do Areal, com a autarquia a assegurar as obras de instalação.

O tema já tinha sido levantado na apresentação do projeto de requalificação do Areal, também no âmbito do PEDU, tendo numa primeira abordagem a resposta da Lisboa Gás sido negativa.

O presidente do município lamentou na altura a decisão da empresa, dados os benefícios para os residentes daquele Bairro, mas deixou a promessa de um novo contato com a única empresa habilitada para efetuar o serviço no concelho.

A insistência e persistência acabaram por se revelar eficazes, com a garantia da empresa em avançar com o projeto em articulação com as obras de renovação do sistema de águas e saneamento e eletricidade.

“De facto para nós fazia todo o sentido aproveitar a renovação da rede de saneamento para instalar a rede de Gás, até porque cremos que será esse o futuro e, portanto, daqui a alguns anos iríamos ter de estar novamente a levantar passeios e abrir valas sem necessidade. Depois é de facto uma vantagem enorme quer económica, quer de comodidade, sobretudo quando temos pessoas já com bastante idade e uma orografia bastante irregular com ruas estreitas e sinuosas”, explicou o presidente da autarquia.

“Apesar de significar um acréscimo de investimento por parte do municipio, é com muita satisfação que conseguimos prevalecer os nossos argumentos e será também estamos certos, mais um fator de atratividade para novos moradores, algo indispensável quando o objetivo é rejuvenescer este bairro histórico da vila de Alenquer”, concluiu.

10-01-2020 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2020 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação