25 de Novembro de 2020
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
54 trabalhadores infetados em fábrica do Carregado
COVID-19
Concluídos os testes aos 419 trabalhadores da fábrica de cerâmicas Geberit no Carregado, 54 deram resultado positivo ao Covid-19, revelou esta terça-feira 14 de julho, o coordenador da Saúde Pública da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Mário Durval.

Numa conferência de imprensa convocada pelo município de Alenquer, o responsável esclareceu que estes são os números definitivos, estando agora a ser efetuados contactos de vigilância junto das pessoas próximas dos doentes infetados.

“É o número final dos testes”, esclareceu Mário Durval, adiantando que 15 dos 54 trabalhadores infetados residem no concelho de Alenquer, sendo que todos estão a recuperar em isolamento domiciliário e nenhum está internado.

O presidente do município de Alenquer afirmou por seu turno, que todas as recomendações das autoridades de saúde têm estado a ser cumpridas no concelho, em estreita articulação com as freguesias.

Pedro Folgado admitiu que têm existido denúncias de ajuntamentos em algumas localidades, sendo esses casos encaminhados para as forças de segurança, nomeadamente a GNR.

O presidente esclareceu ainda não ter elementos para se pronunciar sobre a atuação da GNR, embora seja sua convicção que o destacamento de Alenquer está a fazer os possíveis, sendo conhecida a falta de meios com que se debate no dia a dia.

O diretor da empresa, Mário Cunha, afirmou que, desde março, está a ser implementado o plano de contingência para a prevenção e combate à covid-19, com medidas que vão desde o uso de máscaras, desinfeção de locais e mãos, alteração de hábitos no refeitório e nos turnos de trabalho.

Para o diretor da Geberit é necessário sobretudo insistir junto dos trabalhadores para que sejam cumpridas com rigor as regras de segurança fora do local de trabalho.

Dentro da fábrica, o surto não obrigou ao encerramento de qualquer secção, mas a sua “atividade foi reduzida a 20%”.

O surto surgiu quando, há uma semana, dois trabalhadores apresentaram sintomas, fizeram o teste de diagnóstico à covid-19 e acusaram positivo, o que implicou a testagem progressiva do total de trabalhadores, processo que ficou concluído no último domingo.

15-07-2020 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2020 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação