28 de Janeiro de 2021
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Pintar e Cantar os Reis em Alenquer
Uma tradição ancestral que se cumpre na noite de 5 para 6 de janeiro pelas aldeias do concelho
Quem percorre o concelho de Alenquer não pode deixar de reparar nas estrelas, nas flores, nos corações e nos vasos pintados nas fachadas e muros das casas de algumas aldeias das freguesias de Abrigada e Cabanas de Torres, Aldeia Galega e Aldeia Gavinha, Meca, Olhalvo e Ota.

É na noite habitualmente gelada, da "velada de reis", de 5 para 6 de janeiro, que os grupos de Reiseiros - assim se chamam os homens que cumprem este ritual - pintam e cantam às portas das casas, testemunhos e desejos de felicidade e prosperidade para o novo ano que começa.

Os pintores, marcam o trajeto com pinturas simples e símbolos protetores. Servem-se para isso de um código complexo em que as cores vermelha e azul desempenham um papel importante. Os cantores, que seguem atrás dirigidos pelo "apontador", entoam o romance dos reis Magos e um apelo às almas.

A tradição de Pintar e Cantar dos Reis encerra o ciclo do Natal. Este ano – pelas medidas do Estado de Emergência em vigor – o município não organizou o habitual roteiro pelas aldeias onde se cumpre esta tradição secular.

Os reiseiros não deixaram, contudo, de sair à rua, em menor número e mais cedo que o habitual dado o recolher obrigatório imposto pelo Estado de Emergência e o município não quis deixar de saudar os que mantêm viva a tradição.

O vice-presidente do município, Rui Costa, percorreu as 12 aldeias onde se Pintam e Cantam os Reis, entregando simbolicamente um bolo rei aos grupos de Reiseiros com votos de um Bom Ano.

No sentido de preservar a identidade, a cultura, a tradição e autenticidade do povo alenquerense, o município avançou com um pedido de inscrição deste ritual como Património Cultural Imaterial.

Pintar e cantar os Reis nas Escolas


Em dia de Reis, os Serviços Educativos do Município de Alenquer, deslocaram-se às escolas aderentes a este programa que oferece inúmeras experiências de aprendizagem diferenciadoras nos mais diversos domínios da Cultura, algumas destas especificamente relacionadas com as tradições concelhias do Dia de Reis, e devidamente articuladas com Literatura, Arte, Música, Dança e outras propostas.

Ao longo do dia os alunos tiveram oportunidade de conhecer a história desta tradição secular, construíram coroas de reis, pintaram os símbolos e cantaram.

"De salientar que mesmo em ano de pandemia, várias escolas e professores do concelho, voltaram a inscrever-se nestas atividades municipais, sempre gratuitas, proporcionando aos seus alunos um dia diferente repleto de propostas diversificadas e plena de intenção pedagógica", salientou o vereador com a tutela da Educação Rui Costa. 

"Acreditamos igualmente que desta forma, se reforça a identidade de cada um dos nossos alunos, enquanto alenquerenses, fortalecendo de forma significativa o sentimento de pertença a esta comunidade, que muito contribui para o orgulho de se viver em Alenquer e de usufruir de tudo o que esta Cidade Educadora, tem para ofertar aos seus munícipes", concluiu.

Dos mais pequenos a alguns mais velhos… um dia letivo distinto a construir conhecimento sobre este património cultural imaterial único em Portugal!
07-01-2021 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2021 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação