19 de Setembro de 2019
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Município de Alenquer visitou região vitivinícola de Benkovac
Visita surgiu um ano após a assinatura de um acordo de cooperação internacional entre os dois territórios
Uma comitiva do município de Alenquer e da Adega Cooperativa da Labrugeira deslocou-se em julho à Croácia, no âmbito do acordo de cooperação internacional com a cidade de Benkovac, assinado o ano passado nos Paços do Concelho de Alenquer.

Este acordo tem como objetivos alargar os mercados do sector vitivinícola, promovendo os vinhos a nível internacional; produzir e permutar vinhos, conjuntamente; e, desenvolver ações de carácter cientifico que visam a recuperação de castas autóctones das duas regiões.

Para além dos dois municípios envolvidos, são ainda parceiros deste projeto o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, a Adega Cooperativa da Labrugeira e o Departamento de Viticultura e Enologia da Faculdade de Agricultura da Universidade de Zagreb.

A delegação de Alenquer foi constituída pelo presidente do município Pedro Folgado, pelo vereador Paulo Franco, e pelo chefe da divisão de Ambiente Paulo Marques, todos da Câmara Municipal, e pelo enólogo Ricardo Noronha da Adega Cooperativa da Labrugeira.

Na visita de quatro dias, foram visitadas várias vinhas nas regiões de Karin, Nadin e Benkovac, com provas de alguns dos vinhos da região, mas houve também tempo para conhecer um pouco melhor outros aspetos da cultura croata, com visita a museus e monumentos.

No encontro com o presidente do município de Benkovac, foi firmado o acordo para “importar” de Benkovac bacelos de 10 castas croatas (5 típicas da região e 5 genéricas da Croácia), e “exportar” bacelos de 10 castas portuguesas (5 das quais predominantes em Alenquer e outras 5 genéricas portuguesas).

Pedro Folgado, classifica este protocolo como uma “ponte entre os dois países” de grande importância no que respeita às “trocas de experiências e de comércio”, afirmando que os empresários regionais são os principais beneficiados com este intercâmbio.

Vinho Empatia já ganha prémios

Na sequência deste acordo, e após um estudo de viabilidade das diversas castas autóctones de Alenquer, o município lançou o desafio aos produtores de Alenquer de produzirem um vinho a partir da Vital, uma casta tradicional de Alenquer com mais de 700 anos, mas que praticamente desapareceu em finais do século XIX em detrimento de outras castas mais produtivas e mais resistentes a doenças.

A Adega Cooperativa da Labrugeira aceitou o desafio, tendo recolhido nesse mesmo ano cerca de 18 toneladas de Vital, entre os seus mais de 300 sócios-cooperantes, tendo produzido 11 mil litros de vinho.

Volvido um ano do seu lançamento, o vinho branco “Empatia” da Adega Cooperativa da Labrugeira, conquistou a sua primeira medalha de ouro no Concurso de Vinhos de Lisboa 2018.

Para Afonso Santos, diretor comercial da Adega, este é o reconhecimento das potencialidades das castas autóctones do concelho, e acredita que esta é apenas uma primeira medalha de muitas outras

20-08-2018 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2019 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação