22 de Março de 2019
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Museu Damião de Góis celebra 517 anos do nascimento do Humanista
“Alenquer, Terra Damião de Góis”
O Museu Damião de Góis e das Vitimas da Inquisição (MDGVI) em Alenquer, prepara-se para comemorar os 517 anos do nascimento do humanista alenquerense com um conjunto de iniciativas ao longo do mês de fevereiro, sob a designação “Alenquer, Terra Damião de Góis”.

Uma conferência, apresentação de um documentário, exposição de fotografia, recital de música sefardita e um jantar, são algumas das propostas. Haverá ainda um programa dirigido às escolas, adaptado a diversos níveis de ensino. (consultar programa anexo) Nascido em Alenquer a 2 de fevereiro de 1502, Damião de Góis foi um dos maiores vultos do Portugal do Renascimento, tendo-se notabilizado como historiador e humanista, epistológrafo, diplomata e alto funcionário régio. Foi também Cronista do Reino, tendo escrito a “Crónica do Felicíssimo Rei Dom Emanuel” (1566) e a “Crónica do Príncipe Dom João” (1567). Nas suas inúmeras viagens pela Europa privou com personalidades da Reforma Protestante como Erasmo de Roterdão ou Martinho Lutero, o que lhe valeu a perseguição da Inquisição. Condenado pelo Tribunal do Santo Oficio a cárcere perpétuo, acabaria por ser libertado por motivos não totalmente esclarecidos, falecendo pouco tempo depois na sua casa em Alenquer, corria o ano de 1574. O Museu Damião de Góis e das Vitimas da Inquisição foi inaugurado em maio de 2017 após profundas obras de recuperação da Igreja de Santa Maria da Várzea, local onde o humanista foi batizado e sepultado. Uma “cápsula do tempo” ocupa toda a nave central do edifício, com uma breve descrição da vila de Alenquer no século XVI, uma retrospetiva da vida e obra de Damião de Góis, a sua relação com a época e com a Inquisição, a comunidade judaica e as manifestações da Inquisição na vila e no país. Uma mesa digital permite aos visitantes percorrer os caminhos do humanista pela Europa do século XVI. Desde a sua abertura tem mantido uma programação cultural regular, com conferências, exposições temporárias e concertos, e atividades dirigidas para a comunidade escolar. Em maio do ano passado, na passagem do seu primeiro aniversário, o Museu foi distinguido com duas menções honrosas pela Associação Portuguesa de Museologia, nas categorias de “Aplicação de Gestão e Multimédia” e “Trabalho de Museografia”. A programação completa de “Alenquer, Terra Damião de Góis” pode ser consultada na agenda do município.
21-01-2019 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2019 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação