24 de Junho de 2019
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Inaugurado programa dedicado ao Humanista alenquerense nos 517 anos do seu nascimento
“Alenquer, Terra Damião de Góis”
A 2 de fevereiro de 1502 nascia em Alenquer Damião de Góis, um dos maiores vultos do Renascimento europeu, cujo pensamento continua a fascinar estudiosos e intelectuais e todos aqueles que se cruzam no caminho do Humanista.

Para celebrar a data, o município de Alenquer desenvolveu um programa de comemorações sob o tema “Alenquer, Terra de Damião de Góis”, que teve inicio precisamente no passado sábado e se vai prolongar até ao final deste mês no museu Damião de Góis e das Vitimas da Inquisição.

Na abertura, Paulo Monteiro da Gloribox, que conjuntamente com os arquitetos da Spaceworkers equipou o núcleo museológico “Damião de Góis e as Vitimas da Inquisição”, apresentou o catálogo bilingue (português/inglês) que nasceu do trabalho de pesquisa efetuado pela sua equipa na execução do projeto.

O responsável criativo da Glory Box começou por destacar a vasta equipa que representa, e do enorme privilégio de poder trabalhar num edifício repleto de história, para mais associado a uma personalidade tão fascinante como Damião de Góis.

“No total fomos cerca de 20 elementos a trabalhar neste projeto, que recebemos com muito entusiasmo, não só pela oportunidade rara de poder trabalhar numa antiga igreja, como também podermos contribuir para divulgar Damião de Góis, que foi sem dúvida uma das grandes personalidades da Europa do seu tempo”, disse.

“Este museu foi pensado como uma cápsula do tempo que encerra em si, a história, o homem, as memórias e um conceito estético potenciador. Uma caixa dentro de outra maior – a da Igreja da Várzea. Um local com múltiplas transformações. Uma pele que envolve a nossa cápsula, que guarda e transmite as diversas narrativas (…) Aqui sentimos a alma da história e a humanidade de um lugar”, pode ler-se na abertura do catálogo do museu.

Paulo Monteiro destacou ainda as fotografias que ilustram o catálogo, da autoria de Fernando Guerreiro, um dos grandes nomes da fotografia de arquitetura contemporânea responsável por grande parte da difusão da arquitetura contemporânea portuguesa, nos últimos quinze anos.

O vice-presidente do município destacou por seu turno o imenso privilégio que é para Alenquer ser o berço de Damião de Góis, e em proporção a grande responsabilidade de manter viva a sua memória e o seu legado.

“Este Museu foi o ponto de partida para atingir esse objetivo, de prestar homenagem à vida e obra de Góis. Cumprido esse primeiro desígnio, de erguer uma casa memória, temos de lhe dar vida e conteúdo, e este programa de comemoração de aniversário vai ao encontro dessa vontade”, explicou Rui Costa.

Um programa que a se pretende dar continuidade, e que cresça a cada ano com objetivos cada vez mais ambiciosos, chegando a um número cada vez maior de estudantes e académicos, e ao público em geral.

No dia de abertura de “Alenquer Terra de Damião de Góis”, foi ainda inaugurada uma exposição de fotografia que percorre os lugares de Alenquer onde o Humanista deixou a sua marca, e que convidam a um passeio pelos lugares retratos.

E foi precisamente a caminhar que terminou este primeiro dia de homenagem, com um percurso a pé até à Igreja de S. Pedro, onde foi deposta uma coroa de flores na capela tumular de Damião de Góis e da sua esposa Johanna van Hargen.

As atividades prosseguem no próximo fim de semana com a apresentação de um documentário de Ana Paula Avelar intitulado “Damião de Góis 1502-1574”, sábado 9 de fevereiro às 15h30. Segue-se uma tertúlia com a presença da realizadora.

No dia seguinte, domingo, 10 de fevereiro também às 15h30, conferência “Teatralidade uma característica transversal aos domínios do Poder – O auto de fé como estudo de caso”, pelo ator, encenador e dramaturgo Bruno Schiappa.

O Museu Damião de Góis e das Vitimas da Inquisição pode ser visitado de terça a domingo entre as 10h e as 18h.

04-02-2019 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2019 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação