21 de Junho de 2018
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
Festas do Império do Divino Espírito Santo de Alenquer terminaram em apoteose
No balanço definitivo da edição das Festas deste ano o vice-presidente do município destaca o crescente envolvimento popular na realização das Festas
Volvidas duas semanas sobre o encerramento das Festas do Império do Divino Espirito Santo de Alenquer, e com a distância necessária para uma avaliação mais analítica e menos emotiva da forma como decorreram as celebrações, o vice-presidente do município de Alenquer, Rui Costa, defende que foi atingido um novo patamar na organização das festas desde a sua reabilitação em 2007.

“Terminaram, no último dia 20 de maio, em apoteose, no entender da equipa organizadora do Município de Alenquer, mas também na minha opinião pessoal, as Festas do Espírito Santo de Alenquer, neste ano de 2018”, sustenta.

Para o autarca, a edição deste ano permitiu de forma inequívoca afirmar todo o potencial turístico das Festas.

“Se é verdade que nas nossas festividades de Natal no âmbito do evento “Alenquer, Presépio de Portugal” e nas nossas festividades associadas ao vinho no âmbito do evento “Alenquer, Terra da Vinha e do Vinho” já em anos anteriores tínhamos dado saltos qualitativos muito interessantes com maiores investimentos e com a transformação destes projetos em eventos de caráter e interesse nacional, 2018 foi o ano do relançamento das Festas do Espírito Santo de Alenquer, abrindo-se uma porta para a transformação deste evento num produto turístico religioso e cultural de grande importância para o Município de Alenquer”.

Rui Costa destaca a grande adesão popular não só no encerramento das festas em Alenquer, mas em todos os eventos pelas aldeias com tradição neste culto, graças também a um programa cultural onde se destaca o ciclo de música sacra, e instalações como as “Ruas Floridas”, ou a “Sala do Império”, exemplifica.

“As Festas deste ano, que cresceram já muito em público, tiveram aspetos fundamentais que as transformaram no sucesso que está à vista de todos. Importa assim destacar, por um lado, o ciclo de Música Sacra que percorreu todo o concelho levando grandes artistas musicais e do canto, que normalmente pisam grandes palcos nacionais, a muitas das nossas aldeias, proporcionando espetáculos culturais únicos a um público muito participativo e interessado. Por outro lado, todo o enorme investimento do município, no aspeto cenográfico das Festas, nomeadamente o embelezamento do percurso entre a Casa do Espírito Santo junto ao rio de Alenquer e o Convento de São Francisco, com muitas ruas floridas, tapetes de flores, instalações artísticas, a Sala do Império (um verdadeiro tesouro revelado pela primeira vez no seu conjunto ao público presente) entre outros aspetos igualmente interessantes que juntaram inúmeros parceiros da sociedade civil”.

Rui Costa destaca ainda a parceria com os municípios açorianos de Angra do Heroísmo e Ponta Delgada, e o seu contributo para as Festas de Alenquer.

“Neste ano em particular verificaram-se igualmente e de forma bem evidente os frutos do trabalho realizado nos últimos anos com a nossa cidade irmã, Angra do Heroísmo, e com a cidade de Ponta Delgada com que temos vindo a estudar esta temáticas das Festas do Espírito Santo, através de exposições, bodos açorianos, folias musicais açorianas entre outros pormenores”.

O vice-presidente destacou ainda o apoio das comunidades das diversas localidades, das próprias freguesias, dos muitos funcionários do município e de todos os voluntários alenquerenses, que com o seu generoso apoio contribuíram de forma decisiva para o sucesso das festas.

“No fundo, tivemos um programa muito rico ao nível religioso, cultural e etnográfico, ao longo de várias semanas nas nossas distintas comunidades de várias freguesias a cujas pessoas agradeço todo o empenho, esforço físico e financeiro, para a realização das Festas, que contaram igualmente com o apoio das suas Juntas de Freguesia. Encerramos com um fim de semana, entre 18 e 20 de maio, na vila de Alenquer, com chave de ouro, desde a inauguração da Sala do Império, ao Jantar de Encerramento, ao Arraial Popular, ao Bodo Terceirense, à Festa da Luz e, no domingo, com a Missa Solene, Procissão e Bodo, que se revelaram verdadeiros momentos aglutinadores da nossa população, como nunca havia visto nestas Festas.

Desejo igualmente realçar o fantástico trabalho realizado por uma equipa de colaboradores do Município, mas, acima de tudo, por uma enorme equipa de voluntários, alenquerenses que amam verdadeiramente a sua terra, e que abdicaram de muito do seu tempo para trabalhar em prol destas Festas e da sua terra. A todos eles o meu mais sincero muito obrigado!”

Para o próximo ano, Rui Costa promete novidades, que prefere não revelar para já, mas manifesta-se confiante de que a manter-se o atual nível de envolvimento e empenho de todos, as Festas do Império do Divino Espírito Santo de Alenquer 2019 serão um sucesso ainda maior.

“São já muitas as ideias para 2019 e projetos que importa, desde já, começar a planificar para termos tempo de ir operacionalizando ao longo do ano, num Município que não tem assim tantos trabalhadores disponíveis para estes projetos, mas que os que tem revelaram um profissionalismo, uma dedicação, uma capacidade de trabalho e um orgulho nestas tarefas que são o reflexo de um projeto sólido e valioso que se tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos na promoção e afirmação territorial do nosso concelho. Não pretendendo revelar as surpresas para 2019, asseguro que na mesma lógica de envolvimento da nossa população, com um sentido de identidade e pertença fortes, iremos voltar a surpreender”.

O vice-presidente termina com um agradecimento pessoal a toda a sua equipa, cuja dedicação permitiu contornar todos os obstáculos à realização das Festas.

“Uma última palavra muito especial para a equipa direta que trabalha comigo, que sendo muito pequena, na organização destas Festas, fez um trabalho de excelência e perfeição que importa reconhecer e respeitar”.

04-06-2018 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2018 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação