22 de Janeiro de 2019
Pesquisar
Alertas SMS
Subscreva o serviço gratuito
Detalhe da Notícia
ISCTE planta 700 árvores para compensar pegada ecológica
Câmara municipal deu apoio técnico
A câmara municipal apoiou, no dia 12 de março, uma ação de plantação de árvores em Montejunto, inserida no projeto “Carbono 0%” do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa e que tem como finalidade compensar o carbono que a universidade produz.

A câmara municipal preparou o terreno – cerca de três hectares descontínuos – e forneceu a logística necessária.
Alunos, professores e funcionários (120 pessoas) plantaram na serra 700 árvores - pinheiros mansos, sobreiros e freixos.
A colaborar estiveram várias entidades: locais, como a Barraqueiro/BoaViagem, a União das Cooperativas Agrícolas da Região Oeste, os Bombeiros Voluntários de Alenquer e a União de Freguesias de Abrigada e Cabanas de Torres (transporte e alimentação); outras vindas do universo que interage diariamente com o ISCTE-IUL, nomeadamente as que estão a ser incubadas no projeto AUDAX – centro de empreendedorismo deste estabelecimento de ensino.

A universidade tem a intenção de, nos próximos anos, resgatar a totalidade do carbono que produz no âmbito das suas atividades, tendo tido esta plantação o estatuto de primeiro passo desse processo.
“Quando as árvores que plantámos forem adultas terão capacidade para compensar parte da atual pegada ecológica do ISCTE. O que se pretende, juntamente com outras iniciativas do género, é chegarmos rapidamente ao resgate total do carbono que produzimos”, explicou Pedro Sebastião, professor na área das Tecnologias da Informação e Comunicação e coordenador da iniciativa.
Serão os alunos, os funcionários, os investigadores e os professores que irão fazer a manutenção das árvores plantadas, bem como a substituição daquelas cuja primeira plantação não tiver sucesso.

Satisfeita com a parceria com a universidade, Dora Pereira, vereadora da câmara municipal que tem o pelouro do Ambiente, lembrou que “o ISCTE, para além do conhecimento, trouxe consigo este projeto e a motivação que interessava atrair para a Serra de Montejunto, uma área protegida onde se encontra a natureza em estado puro”.

No próximo ano letivo, o ISCTE irá preparar uma ação equivalente à que decorreu no dia 12 de março. A colaboração da autarquia já está garantida. “A câmara dará apoio técnico e o ISCTE a mão-de-obra e a vontade”, resumiu o professor.
16-03-2016 Fonte: CMA
« Voltar
 Sub-Navegação
Categorias:
› Todas
› Juntas de Freguesia
› Segurança e Proteção Civil
› Obras Municipais
› Ação Social
› Educação e Ensino
› Ambiente
› Desporto, Recreio e Tempos Livres
› Saúde
› Agricultura
› Juventude
› Atividades Económicas
› Cultura
› Urbanismo
2006 - 2019 © Câmara Municipal de Alenquer - Todos os Direitos Reservados

Projecto Co-Financiado  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associação de Municípios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informação